Meu recanto

"A IMAGINAÇÃO É MAIS IMPORTANTE QUE O CONHECIMENTO" (ALBERT  EINSTEIN)

Textos

UM LOUCO PENSAR
(Ps/432)


Tu que pensas, que choras
e gritas  e andas  só,
Somos igualitários 
diante do sentido da rosa e do luar?
A pedra não alcança a lua, mas o luar
ilumina a pedra, assim como beija a rosa.
Realidade compatível existe.

Somos mais que a pedra e a lua?
Alguém, habilitado, para me dizer?
A rosa sente e se encanta com o brilho do luar
e aguarda uma gota de orvalho
para chorar o seu sentir,
pela manhã,
Ao se aquecer no primeiro raio de sol.

Perfeita é a rosa e o luar e
dura é a pedra porque não sente.
Imortal é o espírito da pedra
como o cérebro de Deus, abstrato
e onipresente que faz florir
a flor, iluminar a terra e
endurecer a pedra.

Não existe canção nem imortal aqui.
Há o sopro invisível e a estrada à tomar
para onde o vento quiser me levar.
Sensações me levam a sonhar
diante da pedra, da rosa e do luar.
Aqui descortina-se o universo, diante de mim
e do vento.

Tudo é real nesse outono, um tanto invernal
aquecido pela imensa lua desta noite
e a de ontem e ou talvez a de amanhã.
Sei que tudo está certo diante
desse quadro em natureza morta e viva
e Deus é sempre vivo e vigilante.
Diante da rosa estou impotente
e irregular é o meu pensamento.

Piano aberto na sala, fala
da sua indiferença, ao espelho
da parede.
Não há nada mais, nesse momento,
além da realidade imediata
refletida no espelho da sala,
duplamente, o azul da baía!  


 


















 
Edidanesi
Enviado por Edidanesi em 31/05/2018
Alterado em 12/06/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras