Meu recanto

"A IMAGINAÇÃO É MAIS IMPORTANTE QUE O CONHECIMENTO" (ALBERT  EINSTEIN)

Textos

DURAS HORAS
(Ps/375)



Haverá libertação
No cárcere da nossa casa
Esse medo que assola cada segundo,
Fora de compasso, do existir?

Ignorar para viver
Fechar os olhos para o abismo
Abstratos somos nesse inferno
Consciência do sentir em mistério.

Fatalidade, não às portas da noite
No raiar do dia, o silêncio grita na ruela
Mundo que rui, mundo que explode
Horror súbito, de rastros e sequelas.

O relógio marca e o enterro passa
Conclusão, do ilógico, diante da vida
Caem as máscaras, indefinida infelicidade
Descalabro do ócio em direção as estrelas.

O instante espia a saudade futura
Da realidade, do incerto e do certo
Sofre o mortal o negro instante
À tumba na busca do nada, lágrima velada.

Essência do nada o instante mostra
Respirar e expirar é o que conta
Horas vadias, esparjam e isolam, à margem
Apenas sombra, fuga, somos de nós mesmos.

Memórias não existiram, ao florescer...
Da morte premente, do vício e do mal
Afrontamentos, por contingências insanas
Sentido da vida, corte brutal, que nenhum sentido faz.

“O pleno é tudo,
O pleno é nada.” 


RIO DE JANEIRO, 28 DE JULHO DE 2017.




 
Edidanesi
Enviado por Edidanesi em 29/07/2017
Alterado em 29/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras